domingo, 17 de maio de 2015

Apenas confusão

Ontem eu estava conversando com uma amiga e ela me disse num tom de preocupação "ah, estou com tantos problemas!" E eu, sem pensar duas vezes, fui logo respondendo "relaxa, eu também tô com um monte de problemas e não estou resolvendo nenhum" - essas palavras saíram da minha boca com tanta tranquilidade que cheguei a me preocupar. Será que estou negligenciando meus problemas?


Depois de alguns ocorridos durante o dia de hoje, descobri a resposta para a pergunta acima: sim, eu estou jogando muitos dos meus problemas debaixo do tapete. Sabe quando você resolve parar tudo e olhar pra sua vida e descobre que está tudo fora de ordem? Foi assim que me senti. Não quero bancar a dramática ou voltar aos textos que escrevia quando tinha 16 anos, mas preciso colocar pra fora toda essa confusão que está dentro de mim.

A verdade é que a correria sempre acaba nos fazendo esquecer de refletir. Quão bom seria se todos os dias pudéssemos parar por um momento pra pensar se está tudo em ordem, não é? Uma pena que não fazemos, quer dizer, falando por mim, há muito, muito tempo, já não penso mais no andamento da minha vida... A propósito, não pude deixar de me lembrar que a gente tem mania de fazer "reflexão de fim de ano" e "reflexão de aniversário", mas, e depois disso?

Então, voltando aos problemas que me trouxeram aqui, minha falta de atenção aos detalhes me custaram um baita sentimento de preocupação agora. À medida que fui listando quantas coisas estão fora de ordem fui sentindo um aperto cada vez maior. Fui notando quantos planos foram ficando de lado até serem esquecidos. Percebi muitos sonhos que nunca saíram do papel justamente por dependerem dos planos que não aconteceram. Notei que algumas coisas não fluíram simplesmente por minha falta de atenção quanto a elas. E sabe qual é o pior de tudo? Perceber que toda essa bagunça junta está prejudicando a minha caminhada.

E agora eu me pego pensando no que devo fazer. Apesar de a resposta parecer óbvia (resolver meus problemas) sei que a execução dela não é nada fácil. É preciso pensar com cuidado, voltar ao início e, parte a parte, tentar achar uma solução para cada problema, tentar colocar tudo no lugar... Mas, enquanto não consigo resolver tudo, não posso deixar de me perguntar - onde eu estaria agora se tivesse feito as coisas certas?

2 comentários:

  1. Oie :)
    Eu entendo seu desabafo, mas na minha opinião, não adianta ficar se culpando nem pensando no que poderia ter sido... Se sua vida hoje não está do jeito que você queria, ok, bola pra frente, não tem problema, de hoje em diante você pode fazer melhor. Acho super importante refletir sobre o andamento da nossa vida e pensar sempre se estamos indo na direção certa, mas não faz isso com culpa nem se preocupando por ter ido na direção errada. Pensa que a cada momento você está fazendo o melhor que pode, procura olhar com carinho para sua vida e perceber que para cada problema tem alguma coisa boa a agradecer também. Tenta tirar o foco do "tenho problemas para resolver" e pensar no "tenho sonhos a realizar". Às vezes é só uma mudança na forma de encarar a situação que pode te tirar de uma situação confusa e levar um pouco mais de luz para tua vida! :) Espero que você encontre seu caminho... E pode ter certeza que se você procurar manter uma atitude positiva e prestar mais atenção em si mesma, a vida vai te mostrando as respostas de todas as suas perguntas!
    Beijos!

    http://www.estrelaminha.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica!
      Muito obrigada por seu lindo comentário! =]
      Gostei muito das suas palavras e de fato vou tentar melhorar daqui pra frente. Como já dizia uma professora minha, "lamentar não adianta"! O jeito é seguir focando nos sonhos a realizar!

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*