quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O meu problema com as pessoas

Hoje vou contar-lhes algo que vocês provavelmente já sabem: eu tenho problemas em lidar com as pessoas. Aliás, sendo bem sincera, já cheguei a acreditar que eu não gostava das pessoas, mas aí fui descobrindo que isso não é totalmente verdade. Não tenho nada contra as pessoas, mas tenho problemas em lidar com elas.


Bem, você pode estar pensando: mas quem são essas pessoas? Eu lhe respondo: todas as pessoas. A verdade é que existe muita gente difícil nesse mundo, não é? Algumas pessoas são enxeridas, outras indiferentes e outras incrivelmente interessantes - mas são estas que costumam se fechar nos seus mundinhos.

Pensando nisso, descubro porquê me dei tão bem na blogosfera. É porque a escrita sempre mostra o lado sensível das pessoas, ela desmascara, dá voz aos tímidos. É meio que conhecer o conteúdo das pessoas antes de conhecer a embalagem. Por isso gosto de blogar, gosto do calor das palavras e sei quando são verdadeiras.

E sabe qual é o meu problema com as pessoas que convivo fisicamente? É que não consigo enxergar esse lado bom nelas. Não consigo ver a sensibilidade que elas possuem. Me parece que tá na moda agir como idiota. Algumas pessoas escondem seu lado sensível pra mostrar um lado bobo. Muita gente confunde o ser legal com ser inconveniente.

E sabe o que me deixa chateada? Ver que ninguém enxerga isso. É, talvez seja paranoia da minha parte. Mas, e se não for? Fico observando como as pessoas brincam com tudo. Nada contra brincadeiras, aliás, eu gosto delas, mas desde que eu tenha intimidade com a pessoa que brinca comigo. Acho impressionante pessoas que não falaram comigo uma vez sequer e já "chegam chegando". Não gosto disso. Incomoda pra caramba.

E o ponto mais importante é exatamente o menos praticado - conhecer as pessoas à sua volta. Se você tem amigos com certeza os conhece bem, sabe quando falar, sabe quando precisam de silêncio. Amigos são pessoas que nos conhecem, por isso nos entendem. Mas quem se importa com isso hoje? As pessoas chegam palpitando em sua vida sem sequer saber seu nome. Como podem dar opinião sem te conhecer? Isso acontece tanto!

Acho engraçada a situação de um vestibulando, convivi com muitos nos últimos tempos. As pessoas sempre perguntam qual curso o estudante irá tentar e não conseguem esconder a cara de frustração se a resposta não for engenharia, direito ou medicina. Gente que nunca conversou contigo pra saber que você ama culinára e te acha um bobo por gastar seu tempo cursando gastronomia mesmo que isso não dê futuro. Quem tá na lista do faço-o-curso-que-eu-amo-mesmo-que-não-tenha-status me entenderá.

O meu problema com as pessoas é que sei que elas não estão nem um pouco interessadas em quem eu sou, quem fui e quem quero ser. Não querem saber se eu prefiro sapatilha ao invés de me criticar por não usar salto. Não dão a mínima pros meus sonhos, mas querem palpitar nas minhas escolhas. É isso que me deixa frustrada com algumas pessoas. Ainda bem que existem umas poucas que ainda praticam o diálogo... Sabe, é por isso que eu prefiro os números, pois ainda que eles sejam complexos demais eles possuem regras, como um manual pra serem resolvidos, e isso as pessoas não têm.

13 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Achei muito legal seu blog, é muito bom ter o nosso cantinho pra escrever e nos expressar né?!
    Sucesso. Beijocas,
    Venha conhecer o nosso blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bom! =]
      Obrigada por visitar e comentar!

      Excluir
  2. Eu também já fui assim, a timidez me tirava do sério viu! Por isso criei o blog, e hoje me desenvolvi 100%, a minha facilidade de falar com as pessoas melhorou e muito! Você vai melhorar nisso também! Continue com o blog, é um santo remédio. sei exatamente como vc se sente!

    Super beijo ♥
    www.pequenamenina31.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrícia! Obrigada por me visitar e comentar! =]
      Bem, que bom que seu blog te ajudou a melhorar, o meu também me ajudou, mas nem tanto nesse sentido. O meu problema não é a timidez e sim a maneira como as pessoas agem e minha dificuldade em lidar com elas.

      Excluir
  3. Te entendo, as pessoas sempre querem julgar nosso comportamento sem se dar ao trabalho de saber o porquê de agirmos assim. E penso que é isso que torna muitas vezes difícil o ato de lidar com os outros. É realmente preciso muita paciência e adotar a política de "sorria e acene" muitas vezes. Enfim, tudo é questão de ter paciência com nós mesmos também e saber nossos limites, com o tempo e um passo de cada vez a timidez pode ser diminuída (e talvez superada).

    aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você falou tudo com "saber nossos limites", pois, por vezes, tentei passar por cima das minhas limitações pra ser como algumas pessoas, digamos que pra ser aceitável aos olhos delas. Mas aí descobri que isso é totalmente inútil, o jeito é ficar na minha mesmo...

      Excluir
  4. Cada pessoa tem o seu jeito de ser e agir...devemos respeitar uns aos outros e não se importar com a opinião dos outros. Sucesso! Bjs!
    http://crysmirandablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, Ana! =]
      É verdade o que você disse, e eu realmente evito palpitar na vida dos outros. O problema é que poucos enxergam isso.

      Excluir
  5. A sua conclusão disse tudo. Pessoas que nem se importam de verdade com a gente dando opiniao na nossa vida. Não porque querem nosso bem. Mas porque querem palpitar e mostrar que sabem algo que muitas vezes nem sabem nada, só acham que sabem. Pq as pessoas sempre acham que são melhores que as outras. Não estão em diálogos para compartilhar e aprender com a outra, mas só para mostrar que elas sabem mais que as outras. Enfim, há excessões, mas no geral, é triste ver as pessoas assim né...

    beijoo,
    Dressa
    Blog Dress

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Exatamente isso que quis dizer, Andressa!
      E não é apenas triste ver pessoas assim, é também desanimador e cansativo conviver com elas... Mas estou tentando não perder a fé. =]

      Excluir
  7. Adorei a sua observação sobre o porque de gostar de blogar. Realmente faz sentido essa sua explicação! Nunca tinha pensado por esse lado sabia?
    Realmente aqui, pelo menos, temos o lado mais sensível e bacana das pessoas (tirando aquelas que comentam algo como "adorei o blog, vem conhecer o meu" que é muito chato e puro interesse!!).
    Mas ao contrário de você, eu amo as pessoas. Não sei se lido muito bem com todas rs Mas amo o convívio, pois tenho certeza que são a minha maior inspiração, tudo que temos de bom e ruim! rs

    Bjs,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Carol, gosto muito de blogar por causa disso, acabamos vendo o lado sensível das pessoas. E essas que visitam por puro interesse, pode notar que elas nunca prevalecem! Visitam por um tempo e depois somem! Não é?
      E te dou os parabéns por conseguir amar as pessoas! De verdade, queria ser assim como você! =]

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*