sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Prefiro amizade

Outro dia, pensando um pouco sobre a vida, descobri outro ponto que certamente penso diferente das pessoas. Descobri que, de certa forma, eu prefiro amar por amizade a odiar por amor.


Isso pode soar estranho (sem dúvidas), mas eu realmente penso assim. Se tenho um amigo, por exemplo, e o amo por amizade, prefiro deixar as coisas como estão ao invés de tentar um relacionamento que, com grandes chances, pode dar errado. Pode acabar com mágoas. E a boa e velha amizade vai por água abaixo.

Mas, ao mesmo tempo que penso isso, lembro-me de que estou me fechando ainda mais. É meio que uma atitude egoísta, mas egoísta comigo mesma. Não é?

Daí você pode me retrucar, dizendo que o amor não precisa necessariamente acabar em ódio. Okay. Mas aí é que está o problema. Lembra do "e se"? Então, não gosto de pisar em lugares incertos. Às vezes, arriscar não é algo vantajoso. Ou talvez seja, mas ainda não tenho muito conhecimento sobre isso. Não sei arriscar, sabe, é mais confortável ficar onde estou. 

E enfim, por estar cercada desse mundo de apenas amigos, fico me perguntando se algum dia vou deixar de pensar assim - espero que sim! Porque, bem, algum dia tem de chegar a hora de escrever meu romance... Mas né, até lá, eu me contento em amar por amizade.

8 comentários:

  1. Amar por amizade é mais fácil né? Concordo que se arriscar é difícil, acho que aprender a fazer isso é uma questão de sair da nossa zona de conforto aos pouquinhos, não necessariamente com amor ou amizade, mas com outras coisas, para irmos aprendendo a lidar com riscos, coisas diferentes e nos acostumarmos a fazer isso vez ou outra.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito mais fácil, Flávia!
      E eu tenho uma certa dificuldade em arriscar, sabe? Gosto de ficar quietinha no meu canto, parece melhor.
      Mas obrigada pelos conselhos! <3

      Excluir
  2. Eu queria TANTO ser igual a você, Glenda.
    Por causa desse meu jeito inconsequente de viver tudo que me aparece, que eu já me ferrei tanto.
    E fique tranquila, porque a sua hora vai chegar. Melhor ir com calma do que atropelar tudo. Escuta o que eu digo rs

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha! Sério, Carol?
      Pois é, mas você deve se lembrar que quem arrisca mais aprende mais!
      E ah, será mesmo que essa hora chega? rs =]

      Excluir
  3. Mas olha, vou te dizer uma coias, você vai e deve amar por amizade até que alguém te faça querer mudar isso. Quando você precisa pensar e se decidir sobre transformar a amizade em algo mais, ela não é algo mais. É só amizade mesmo. É fácil, bom e confortável ter amigos. Mas chega uma hora que você sente que isso é pouco. Não é a sua vontade de transformar as coisas, elas só são diferentes... e aí é a hora do amor romântico.

    Não sei se deu pra entender... mas enquanto a amizade é essa coisa tranquila e confortável, a paixão vem pra bagunçar tudo o que a gente achava que estava decidido. HEHE

    Adorei o seu post!
    Um beijo
    Karla
    www.ficaprocafe.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu pra entender sim, Karla! Haha! Obrigada pelos conselhos!
      Assim, achei ótima a sua colocação porque eu ainda não tinha pensado nisso de verdade, sabe? Realmente, quando é pra ser paixão, nós não temos essa "chance" de decidir.
      Mas enfim, escrevi o texto me lembrando de situações onde o "apenas amigos" vira algo a mais, e me dei conta de que, quando gosto de um amigo, tenho medo de arriscar e estragar tudo... Mas né, só vivendo que a gente aprende! =]

      Excluir
  4. Nossa eu li,reli e nao consegui ordenar as coisas na minha cabeça,mas uma parte que eu entendi perfeitamente e vou deixar minha opiniao,amizade pode virar amor sim,e as chances de dar certo sao grandes Glenda,basta a pessoa querer,minha prima se casou com o amigo dela,no começo ela nao queria,mas quando ele começou a namorar outra,ele teve que admitir.Chega uma hora em que as coisas precisam mudar.Bjo!
    www.mulherunika.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por deixar uma história, Grazi!
      Também tenho um primo que se casou com sua melhor amiga e isso já faz anos e eles vivem super bem! Sou fascinada por histórias assim, reais! <3
      De qualquer forma, eu ainda estou aqui. O problema é essa minha teimosia, minha barreira, sabe? Isso anda me prendendo de arriscar algumas coisas. Mas né, vamos vivendo e vendo o que acontece! =]

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*