terça-feira, 12 de agosto de 2014

O diário de uma babá

Porque será que quatro meses se passam absurdamente rápido, hein? Quem diria que, tão cedo, eu estaria aqui escrevendo esse texto.


Bem, do começo vocês já sabem, não é? O primeiro emprego é uma jarra de sabedoria que podemos provar todos os dias. Existem dias bons, dias ruins, dias tranquilos, dias tempestuosos e dias de alegria. Mas, para mim, um único detalhe tornava todos os meus dias de labor especiais - eu trabalhava com crianças!

Ainda que fosse cansativo, era maravilhosamente compensador. Pelo simples fato de serem pessoas - puras e verdadeiras - a gente se apega de verdade. Outro dia, assistindo ao filme Diário de uma Babá, gravei na memória uma cena que vou levar pro resto da vida, é mais ou menos assim: "ele disse - amo você! E eu, não resistindo àqueles olhinhos brilhantes, disse o que me seguraria naquele emprego por mais tempo que eu esperava - eu também amo você!" Sim, uma cena que, sem dúvidas, toda babá já presenciou - o apego sempre é maior que a vontade de ir embora.

E aí eu comecei a pesar as coisas. Descobri que meu apego começou quando eles me disseram que eu "era boazinha". E se fortaleceu nas vezes que eu brincava com eles ou quando mexiam em meu cabelo. Tudo ficou aqui. ()

O mais legal de tudo é saber que eles gostam de mim! Sabe quando a gente é criança e admira algumas pessoas mais velhas? Pois é, me sinto lisonjeada de ser admirada por alguém.

Mas, enfim, estava próxima a hora de dizer adeus. Foi tão rápido que nem percebi, ou melhor, não pude fazer nada. Não há como deter o tempo e eu não pude evitar aquelas mãozinhas cobrindo os olhos cheios de lágrimas. Tudo o que eu pude fazer foi chorar também.

Como já dizia o Pequeno Príncipe, "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". Okay, percebo as minhas responsabilidades. Bem, se eu sou admirada por alguém, não posso decepcionar, não é? Eis aqui o melhor de mim! E que venham os novos tempos!

4 comentários:

  1. Eu amo as frases do pequeno príncipe e essas é uma das mais bonitas!
    Eu também gosto muito de crianças, elas nos trazem uma alegria imensa, além de serem verdadeiras.
    Adorei o texto!
    Beijos, Nath

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As frases do Pequeno Príncipe sempre nos ensinam algo interessante, não é?
      Que bom que gostou do texto, Nath! Crianças são verdadeiros anjinhos nos nossos dias! <3

      Excluir
  2. Que bom que você gostou da sua experiência, realmente faz toda a diferença quando a gente se sente bem fazendo algo, mesmo que seja muito cansativo. E também lembro dessa cena desse filme, foi uma coisa que quando assisti também me chamou a atenção.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Flávia! Foi muito construtivo pra mim toda essa experiência! E essa cena, sem dúvidas, me marcou! =]

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*