sexta-feira, 14 de março de 2014

De volta ao mundo da lua

Não sei dizer se eu gostaria de estar aqui agora. Lutei pra que esse momento não chegasse ou, quem sabe, fosse mais fácil. Bem, sobre isso, eu tenho toda a certeza de que não posso reclamar, afinal, sou eu mesma que estou dificultando as coisas. Então, querido, me explica - porque tudo parece tãão complicado?


Tudo começou no início, quando eu estava super confiante! Pés no chão, cabeça no lugar e coração bem guardado. Jurei pra mim mesma que dessa vez seria fácil - sim, eu iria conseguir controlar os meus sentimentos até a hora mais certa possível, afinal, eu já sou experiente em "ensaios de relacionamentos". Mas né, não preciso nem dizer que as coisas não foram desse jeito. Bastaram algumas palavras pra eu perder o controle da situação e declarar de vez a guerra entre mente e coração, entre carne e espírito.

A verdade mais concreta que consigo enxergar dentro de mim é que eu não estou pronta. Sim, por mais ridículas que soem essas palavras, eu não estou preparada pra viver um sonho tão real. Sabe, enxergo as coisas como uma maratona, onde é preciso muito treino e preparo físico para poder dar certo no final. Claro, se colocarem em minha blusa uma placa com algum número do tipo 0026378 e me mandarem completar uma prova agora, sem dúvidas eu não chegaria nem na metade - pois falta de preparação resulta na perda. E essa é uma palavra que eu não gosto de ouvir nem de longe. Perda. Principalmente quando se trata de algo que quebra tão fácil como um coração.

Por outro lado, sei que isso não é o fim do mundo. Você gosta de livros e isso realmente me encanta! É bom conhecer alguém que goste de voar como eu, sabe, os livros nos inspiram pra escrever nossa história de uma maneira bem mais linda! Além do mais, eu gosto da sensação de estar no mundo da lua! Só não gosto da parte em que eu caio de lá e volto pro mundo real.

No fundo, eu acho que eu sei muito bem o que devo fazer. Esfriar a cabeça - e o coração - é bom pra fazer o cérebro funcionar. Aliás, nós temos um cérebro pra ser usado, não é mesmo? Mas, okay, sei que o coração também foi feito pra ser usado... Grande ilusão.

14 comentários:

  1. Seus últimos textos me parecem muito reais e verdadeiros, estou errada?
    Espero que não e ao mesmo tempo que sim. Pois não quero acreditar que você tem lutado tanto assim contra algo tão bonito, Glenda.
    Li a sua resposta ao meu último comentário, e eu te digo, você nunca vai ter certeza de que vai dar certo, ok? Nunca. A vida é isso, o amor é isso, a gente tem de arriscar, não tem outro jeito.
    Seja feliz, menina! Permita-se!
    Caso o texto seja só ficcional, fica o conselho de qualquer forma! rs

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está certa, Carol! São reais e verdadeiros, estou vivendo isso.
      Gostei de verdade dos seus conselhos, mas, pra tentar te explicar, meu medo não é simplesmente amar, meu medo é fazer isso errado. Sabe, estamos numa fase crítica da vida onde os planos pro futuro acabam com nosso tempo. E, pra mim, um namoro é um investimento - é preciso dedicar tempo, carinho e se esforçar pra dar o melhor, mas, no momento, isso eu não posso oferecer.
      Assim como comentei no seu último texto, é preciso ter bom senso pra saber a melhor hora de começar. Me entende agora?

      Excluir
    2. Fiquei ansiosa para saber a sua resposta e que bom que me deu uma. Então, eu entendo. Entendo de verdade. Mas, me responde outra coisa, quando acha que é a hora certa? Se parar pra pensar, não existe. Sempre vão existir obstáculos, quando não for o estudo, vai ser o trabalho. Quando não for o trabalho, será a família, os filhos. Enfim, o que não faltam são problemas para atrapalhar um relação! E "quem quer arranja um jeito, quem não quer arranja uma desculpa", conhece esse ditado? Eu levo para a minha vida! Devia pensar nisso. Nunca será fácil, ninguém disse que seria!! Mas se algo aqui dentro está chamando, pedindo pra que nos entreguemos, por que não? Jogar fora uma chance de viver algo tão bacana é que é bobeira de verdade.
      Pense nisso viu? :)

      Excluir
    3. Sim, Carol, às vezes esse meu jeito de pensar mais se parece com uma desculpa maquiada. Mas esses são planos que eu estipulei pra mim já faz muito tempo - dedicar um período da minha vida pra área profissional, depois dedicar outro período pra namorar, depois, quem sabe, me casar... Sei que na prática nunca será assim, pois a vida é constante demais pra separar as coisas...
      Outra coisa é que não sei dizer o que sinto, sabe, algumas coisas já mudaram depois que escrevi esse texto. Eu gosto da companhia dele, de conversar e tal, mas não é nenhuma paixão. Posso dizer que ele está me conquistando com o tempo, por isso insisto no tempo!
      Não quero que pense que estou me fechando pra não amar, nada disso. Apenas estou esperando o momento mais oportuno! =]

      Excluir
    4. Eu sei, mas não tenha medo de mudá-los, sbe? A gente vive mudando mesmo! Nossas ideias, nossas vontades e sonhos. Não se prenda a alguém que você já deixou para trás.
      E sobre o amor, ele vem de diversas formas né? Alguns feito chama, outros feito brisa. Como eu disse, portanto que não esteja fugindo (isso eu não admito!!! Ram!), tudo bem. Quando tiver que se entregar, acontecerá. A gente não consegue se segurar por muito tempo quando o assunto são sentimentos... rs

      Excluir
    5. Ai, Carol, sábios seus conselhos! Haha =]
      Amei a parte do "outros feito brisa"! Sim, estou tranquila, paciente, esperando o momento! =]

      Excluir
  2. Vim retribuir a visita que tu fez lá no meu blogue.Beijos fique com DEUS♥
    http://feriasemparis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Glenda. Obrigada por sua visita! Um prazer tê-la em meu cantinho!
    adorei teu texto, é bom demais poder refletir assim. E quantas vezes a gente passa por essas situações não é!?

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada, Vanessa! =]
      Pois é, às vezes as sensações que deveriam ser boas acabam causando mais confusão nas nossas vidas!

      Excluir
  4. Ah, já passei por isso, não se sentir preparada para viver o que se esperava há algum tempo. Gostei do texto, já que consegui me identificar com ele :)

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, Flávia! Por mais que a gente espere tanto por tal momento, na hora sempre parece que não estamos preparadas.

      Excluir
  5. As vezes é tão bom tá no mundo da lua que não queremos sair dele. E sim o coração foi feito pra ser usado, não tem como fugir.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Iasmin, estar no mundo da lua é maravilhoso!
      Pois é, o difícil é fazer o coração e o cérebro trabalharem juntos! Haha

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*