quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Bateu a saudade...

Sinto saudade de você. Sinto saudade de te ver e de tudo o que aconteceu.
Já não sei mais se eu estava certa quando disse que seria melhor ficar longe de você, pois achei que a saudade ia ser enorme e assim a gente aproveitaria mais nossas oportunidades. Só que não. As minhas palavras já não me servem de consolo, porque eu não te encontro mais, e sinto muita saudade de você.

Meus dias parecem mais vagos. Já nem tenho mais inspiração pra escrever no meu blog, e isso é justamente porque eu não te vejo. E eu sei que um olhar faz toda a diferença.

Amanhã é o seu aniversário – e também o fim do mundo – e eu só queria que você estivesse por perto, pra eu te desejar os parabéns e te falar tudo o que eu sempre falo para os aniversariantes... Tá bom, eu sei que não falaria a mesma coisa. Ou eu falaria demais, ou eu falaria de menos. Mas eu só queria que você entendesse que mesmo com discurso ou com silêncio eu ainda me importo – muito – com você.

Agora o jeito é esperar. Esperar por uma novidade, quem sabe. Afinal, eu sempre disse que o novo dia surpreende... Talvez um dia surpreendente nos aguarde. Talvez seja amanhã, ou depois de amanhã...

2 comentários:

  1. E a espera continua [...].
    Ah, antes eu era tão ligada a simples detalhes (como a data do aniversário)... De início isso era algo tão... Surpreendente, talvez, já que não ligo muito para datas, detalhes. Ah, eu já nem sei também.
    Hoje foi um dia difícil(?) para mim, eu reencontrei aquele ser (você sabe quem) e fiquei a pensar sobre tantas coisas... Aí eu venho aqui no Lonely Girls e dou de cara com poucas palavras que me descrevem por hoje, talvez até traduzam o que o meu coração e minha mente querem dizer, só que eu não quero entender/aceitar: "Bateu a saudade". Ah, estou cansada, confusa.
    E me desculpe por invadir seus posts maravilhosos com os meus problemas...
    Hum, é só para não dizer que não vim aqui ><'
    Tenha uma boa noite,
    Crashed

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que nada!
      É sempre uma honra saber as histórias das leitoras, eu gosto de ouvir histórias! E criei o blog justamente pra isso. Sempre que quiser pode desabafar por aqui =]
      E quanto ao tal garoto, acho melhor você tentar esquecer um pouco dele, se distrair, isso está te cansando. Depois de um tempo você vai entender porque as coisas aconteceram assim.

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*