sábado, 10 de novembro de 2012

O certo que não deu certo

Em uma noite de chuva eu estava deitada tentando dormir, ouvindo Alicia Keys e pensando em um bocado de coisas que a música me lembrou. Fechei os olhos e senti a sua respiração. Sorri, por lembrar que você fazia de tudo pra me ver feliz. E então eu comecei a me preocupar porque você sumiu. Não manda mais mensagens, não liga mais, simplesmente sumiu. Eu queria te dizer que eu sinto a sua falta.

Sabe, eu nem preciso dizer mais uma vez que a gente não daria certo. Mas ao contrário dos meus outros casos, você foi o único que deu certo. Enquanto eu achava que os outros seriam o certo eles deram errado, e você que parecia nem ser importante, foi tomando conta da minha vida, aos poucos.

Pra falar a verdade, você foi o único que me entendeu. Você conseguia me fazer sorrir como ninguém antes conseguiu, só por me mandar frases ou trechos de músicas que lembravam a nossa história. De todos os incertos, você foi o mais certo.

E então, porque eu tive que desmanchar tudo isso? Porque eu sabia que eu não gostava de você, e que a gente não merecia perder tempo fingindo alguma coisa que não existe.
Mas sabe, eu resolvi escrever isso só porque eu sinto a sua falta. Você sempre teve tão perto de mim, sempre me consolava quando eu tava triste e agora você foi embora. Eu sei que era preciso desapegar de você, mas agora eu me sinto muito sozinha sem você. Por mais que eu saiba que isso é o certo pra gente, eu sempre acabo me lembrando de todos os nossos sorrisos, nossos abraços...

Você não é a mesma pessoa do texto abaixo. Pode ter certeza que eu sempre vou lembrar de você – assim como você me pediu. Mas, por favor, não desaparece da minha vida não, eu preciso sentir o aconchego que suas palavras me traziam. Eu amava quando você me chamava de meu anjinho...

2 comentários:

  1. Seus textos são tão apaixonantes... disse muita coisa que eu queria dizer pra alguém...

    http://www.umamulherdefases.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*