segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O que é incerto pra mim

Sabe de uma coisa, eu vivo postando e falando pra todo mundo que ser feliz é muito fácil, que o amor vem na hora certa, e blá blá blá. Mas porque que eu não consigo aplicar todas essas minhas teorias na minha vida real? Será que eu sou uma filósofa fracassada? Porque eu complico tanto as coisas?

Todo mundo dizia que eu era complicada e difícil, mas eu não levava isso à sério simplesmente porque eu não queria acreditar na opinião dos outros. Mas eu errei, eles estavam certos, cada dia eu me conheço mais e me entendo menos, sabe?

O dia de hoje me provou uma coisa, e talvez essa tal coisa seja o maior motivo de eu estar aqui escrevendo esse texto. Hoje eu descobri que tudo o que eu quero, tudo aquilo que eu sempre procurei anda bem perto de mim, aliás, eu ando rodeada de sonhos que eu queria tanto realizá-los, mas agora eu simplesmente não consigo aceitar, não consigo dizer “sim” e tê-los, não sei por que =(

É como andar na garoa com o guarda-chuva dentro da bolsa, a gente tá se molhando mesmo, mas não abrimos o guarda-chuva porque ninguém na rua abriu, daí a gente fica entre abrir ou não com a incerteza de se chuva vai passar ou vai engrossar.
E esse é o meu problema, a incerteza.
Dizem que “pensar demais faz desistir”... Essa frase nunca fez tanto sentido pra mim.

2 comentários:

  1. Gosto tanto tanto tanto dos seus textos... Por vezes eu me sinto uma filósofa Fake, principalmente quando faço post falando de amor e de cafajestes, sendo que na verdade no fim da noite eu durmo pensando em um todo dia, há mais de 3 anos...

    Adorei a ideia do guarda-chuva, é mesmo assim que me sinto as vezes, tb ando com medo de abrir o meu, e tenho pegado muita garoa por ai...

    Enfim adoro seu blog mesmooooo!

    http://www.umamulherdefases.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Leticia, é tão bom saber que alguém como você admira meus textos!
      Sabe, essa história do guarda-chuva da muito certo comigo! rsrs

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*