segunda-feira, 2 de julho de 2012

Mais uma carta pra você

Já faz tempo que eu não escrevo um texto assim. Um texto direcionado a uma pessoa que ninguém sabe quem é, mas muitas se identificam.

Sabe, durante esses poucos meses que eu pude estar um pouco mais perto de você eu aprendi muito, mesmo que sem intenção. No início eu tinha medo, medo de muitas coisas que poderiam vir junto de você – eu fui perdendo esse medo, mas confesso que ainda existe um receio, uma incerteza.

Quando eu finalmente decidi o que eu queria – e olha que demorou, hein – eu achava que já estava pronta e tudo aconteceria num passe de mágica. Sei lá, eu disse pra mim mesma que não cometeria os mesmos erros de antes e tudo daria certo bem depressa. Mas não foi isso que aconteceu.

Durante algum tempo eu medi minhas palavras e minhas atitudes. Resolvi pensar muito antes de fazer qualquer coisa, só com medo de que você tivesse uma má impressão minha. Mas parece que, quanto mais eu me controlava, quanto mais eu tentava ser a ‘certinha’ as coisas davam errado. Tudo dava errado. Droga.

Foi então que, numa tarde de quarta feira que fazia muito sol, eu resolvi cuidar mais de mim. Resolvi me desligar um pouco dos meus vastos pensamentos e simplesmente viver a minha vida. Foi tudo muito bom. Passei a ocupar minha mente com coisas que vão me trazer um retorno, conheci gente nova, fiz novos amigos e, bem mais que isso, descobri uma nova pessoa em mim.

Não, eu não te esqueci, só lembrei de mim. Durante todas essas tardes que eu simplesmente vivi a minha vida eu realmente não pensei muito em você, mas isso foi melhor. Foi melhor pra que eu passasse a valorizar mais os momentos em que você estava perto.
E foi assim que a minha vida passou a melhorar. Deixei de controlar meus atos pra te impressionar, e passei a viver somente pra me satisfazer. Tudo deu tão certo. Descobri que a melhor arma da conquista é ser você mesma em qualquer circunstância, isso é o que mais impressiona, o que mais cativa. Foi bom, e espero que continue melhorando a cada dia.

Fica aí a dica pra quem me entendeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*