terça-feira, 15 de maio de 2012

Em qualquer pretérito, é imperfeito!

Outro dia achei essa frase num blog: “Amar é um verbo que, em qualquer pretérito é imperfeito!”
Achei a frase super legal por expressar o que muitas pessoas dizem sobre o amor.
Mas eu, como sempre faço, fiquei horas pensando no verdadeiro significado dessa frase e tirei minhas próprias conclusões sobre esse pretérito imperfeito!

Acho que, hoje em dia, as pessoas ‘banalizam’ muito o amor.
Uma verdade triste de hoje é que muitas pessoas não se importam com os sentimentos dos outros. Magoam sem pensar e acabam desiludindo as pessoas que acreditavam no amor, essas, por sua vez, saem pregando por aí que amar é igual a sofrer.

Posso estar enganada, mas acredito que o amor pode ser perfeito ou imperfeito em qualquer pretérito – pois é, eu acredito no amor! –, e isso só depende das pessoas que estão vivendo e amando.

Mas porque será que algumas pessoas são imensamente felizes quando amam, enquanto outras sofrem? Porque tem pessoas que não sabem amar. Assim como já falei acima, quando duas pessoas não dão certo, mas insistem em ficar juntas, o amor só pode ser imperfeito. É obvio.

Mas o amor também pode ser perfeito. Se houver aceitação de diferenças, companheirismo, fidelidade e todas aquelas coisas boas que as pessoas buscam. Mas um amor perfeito não é feito somente de momentos bons, ele vai depender da cumplicidade e do apoio nos momentos ruins. Se um casal conseguir se acertar nos momentos mais difíceis e conseguir ser feliz com o pouco que tiverem, esse será um amor perfeito em qualquer pretérito!

Bom, acho que fiz muita confusão com a língua portuguesa. Sim ou claro?
Só queria deixar meu ponto de vista sobre esse assunto. Acho que as pessoas deveriam parar de rotular o amor e, simplesmente, amar! Porque a melhor forma de você descobrir se o amor é perfeito ou imperfeito, é amando!
Agora, quanto a encontrar a outra parte para descobrir... Isso aí já é assunto pra outro dia, em outro post...

Um comentário:

  1. Oi, amore... A autora da frase “Amar é um verbo que, em qualquer pretérito é imperfeito!” é Thatu (Thati) Nunes, no caso, eu mesma...rs

    Que assino também como @DraDoAmor no Twitter

    Beijoooos <3

    ResponderExcluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*