quinta-feira, 10 de maio de 2012

Boa noite...

Ontem, assim como em todas as últimas noites, fui me deitar esperando sua mensagem de ‘boa noite’. Sem perceber acabei dormindo... Quase meia noite acordei, olhei no celular e não havia chegado nada. Fiquei triste, mas confesso que peguei no sono rapidamente, acho que essa é a vantagem do frio.

Já faz seis dias que não nos falamos, você pode não ter percebido, mas, o último ‘boa noite meu amor’ me deixou muito feliz. Gostaria de saber o que você pensa sobre mim, mas à distância me impede de te conhecer melhor, e eu odeio isso.

Eu nem sei o que pensar. Quando te conheci, eu prometi pra mim mesma que não criaria falsas ilusões, e de fato não criei. Mas acontece que sou muito afetiva. Qualquer demonstração de carinho e preocupação me deixa sonhando. E você me deu a atenção de que eu precisava.

Eu sei que ainda posso sair dessa, ainda posso evitar o sofrer. Porque eu sei que, mesmo que o amor aconteça, a distância não vai permitir que vivamos ele. Eu nem sei o que fazer, e acho que nem você sabe, eu queria saber o que pensa.

Vou seguir assim, se algum dia você tiver coragem de me procurar, e de enfrentar essa distância, eu estarei aqui.
Ainda estou esperando pela mensagem de ‘boa noite’.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*