quinta-feira, 26 de abril de 2012

E se o amor acontece?

Você está sentada no banco da praça lendo um livro de romance. Você está lendo justamente a parte de desencontro do casal de mocinhos, daí você repete para si mesma que homens são todos iguais e todos vão te iludir.

De repente você descobre que está tarde, e precisa voltar para casa. A história do livro é tão boa que você resolve ir caminhando e lendo. Quando, de repente, você esbarra em algum alguém e derruba seu livro. Você se assusta e abaixa rapidamente para pegar esse livro, enquanto a pessoa que o derrubou faz o mesmo: vocês dois pegam o livro ao mesmo tempo e têm um encontro de olhares super intenso. Nessa hora o tempo pára, e se o amor acontece?

O que deveria ser feito depois? Depois de um disparo cardíaco você pode estar frente a frente com o amor da sua vida. Mas, por outro lado, ele pode ser só mais um idiota pra te iludir, ele pode ter namorada, ele pode ser mau caráter, ele pode ser milhares de coisas boas ou ruins e isso tudo vem na sua cabeça.
Você deveria puxar assunto, pegar telefone dele ou ir embora? Aposto que você adoraria ficar um bom tempo ali conversando com ele mesmo estando tarde, mas você tem medo que o amor aconteça e possa acabar sofrendo novamente.

Não vou elaborar um final para essa história, afinal, como eu já disse acima ela têm mil finais possíveis, e esse final só depende de você. Eu empreguei o você no texto para que você pense consigo e imagine o que você faria. Pode parecer complicado, difícil, estranho, mas pode ser um dos melhores dias da sua vida. Acredito que, só vivendo essa e outras situações para saber o que fazer, pois como eu sempre disse pra mim, quando é verdadeiro a gente sabe, e você vai saber o que fazer.

E se o amor acontecer? Melhor pra você! Não pense que tudo sempre será igual, se não você vai acabar ficando sozinha. Pense que cada caso é um caso, e se o amor acontecer vai valer à pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*