quinta-feira, 1 de março de 2012

Nada Acontece Por Acaso - Parte 3

Depois de uma longa conversa e muitas risadas, Thaís se lembra de seu curso de teatro - “Poxa, eu tinha vindo pro teatro, fiquei aqui conversando com você e nem percebi que meu ponto já passou...”
Ariel disse “Calma, vai ver ainda dá pra você descer aqui e ir”...
Ela respondeu “Meu curso era 15hs, agora já são 15:37, não vai dar tempo... Eu já estava atrasada... Parece que hoje é pra tudo dar errado mesmo”...
Ariel, sem saber o que fazer disse “e agora? Você vai voltar pra casa?”
Thaís respondeu “sim, é o melhor que eu posso fazer, vou descer na próxima estação.”

O trem parou. Thaís disse “tchau, foi bom conhecer você Ariel!”, e saiu, sem olhar pra trás ela foi sumindo na estação. Ariel ainda não sabia o que fazer, quando se deu conta de que a porta do trem estava fechando e talvez ele nunca mais visse Thaís, ele saiu correndo atrás dela.
Desceu do trem, olhou para os lados procurando Thaís e viu ela bem longe. Ariel correu bastante, e já na saída da estação chamou por ela “Thaís” – gritou ele. Ela olhou, quando viu Ariel, deu um sorriso. O vento balançava seus cabelos levemente como numa cena de cinema.

Ele se aproximou de Thaís sem saber o que dizer. Thaís disse “você veio atrás de mim! Mas não vai te atrapalhar? Pra onde você ia?”. Ariel respondeu “eu queria te contar uma coisa, sente aqui”...
Eles se sentaram no banco da estação. Ariel começou a falar – “na verdade Thaís, eu tinha namorada, mas a gente brigava o tempo todo, nem sei contar quantas vezes a gente brigou e voltou. E eu tava indo pra casa dela agora me desculpar pela nossa última briga, talvez a culpa nem tenha sido minha, mas eu ia fazer isso... Mas no caminho, quando eu te conheci, eu descobri que não vale à pena perder tempo com quem não te valoriza. Eu descobri que tem garotas legais de verdade... assim como você”...
Thaís disse “nossa! Nem sei o que falar, espero que você tenha feito a escolha certa”...
Ariel respondeu “Não precisa falar nada, eu sei que fiz a escolha certa!” – Depois dessas palavras, Ariel se aproximou de Thaís e a beijou. Thaís não fez nada, apenas aceitou. Foi um beijo bem longo... bem lento... apaixonado... gostoso...
Depois do beijo, Ariel disse “Me passa seu número de telefone”...
Thaís disse “Passo sim”... – e entregou para Ariel um papel com seu número escrito.
Ariel pegou o número e disse “Quando eu tiver uma resposta eu te ligo”, deu um beijo na bochecha de Thaís, e foi embora. 
Thaís ficou sem palavras. Ela imaginava que eles já tinham começado um relacionamento, quando ele falou em ‘resposta’ ela desanimou.

No caminho de casa, Thaís pensava sozinha – “Porque eu pensei isso? É claro que ele precisa de tempo pra descobrir o que está sentindo... Ele acabou de terminar um namoro, não deve ser fácil. Mas eu sei que logo, logo ele vai me ligar!”
E assim, cada um foi para sua casa... Eles não conseguiam esquecer o que tinha acontecido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*