sábado, 31 de março de 2012

Na sua estante

Te vejo à minha frente, e fico tentando calcular o quanto de amor e ódio podem existir em uma pequena distância. Você abraça todas elas e nem sequer fala comigo.
Eu juro que não esperava isso de você, afinal, eu já fiz parte da sua vida. Mas está tudo bem, afinal, como já diria a diva Taylor Swift “isso é apenas errado o suficiente para fazer parecer certo”.

Eu ainda não consegui me conformar com todo esse tempo perdido. É gostoso viver de ilusões até o momento em que a realidade te joga na vida real. Mas eu posso te dizer que você já não desperta nada em mim... a não ser a raiva. Eu não queria chegar a esse ponto, mas você me obrigou, você sempre esteve um passo à frente.
Foi mal, se a lei da vida diz ‘o que passou, passou’, então passou. Você está saindo da minha vida, passou bem mais rápido do que eu imaginava... e como imaginava.
Já é hora de fazer uma formatação na minha vida, e você será o primeiro item a ser descartado, pode ter certeza. Sabe o que vou guardar de você? A primeira visão que tive de você, talvez você fosse aquele príncipe mesmo, mas o tempo fez você virar um sapo. Vou pegar aquelas pequenas lembranças boas, que me ligaram a você esse tempo todo, e vou guardar na caixinha decorada de corações da minha memória.

Quanto a você, faça o que quiser com suas lembranças minhas. Pode guardar, pode esquecer, pode colocar na sua estante. Acho que eu ficaria bem por lá, na sua estante. 
Mas só queria te dizer que o meu melhor está por vir. Eu já fui boa demais ao seu lado, e agora vou ser melhor ainda, pra te mostrar o que você perdeu.
“E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu.”
E quando você se der conta disso, já vai ser tarde demais. Daí é só você voltar na sua estante e rever minhas lembranças. Porque isso é tudo o que você terá de mim, de agora em diante.

Música de Inspiração: Na Sua Estante - Pitty

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*