quinta-feira, 29 de março de 2012

Porque nos importamos com o que não é nosso?

Esse é mais um texto para ler e refletir: Porque nos importamos com quem não tem nada a ver? Porque sentimos ciúmes de quem não é nosso?

Há um tempinho atrás, eu achava que, quando eu me importasse muito com alguém era porque estava gostando dessa tal pessoa... Hoje mudei meus conceitos sobre isso, e vou tentar explicar o que sentimos.
Na verdade, se você sente ciúmes de uma pessoa, isso não significa que você goste dela. Mas, por outro lado, se você sentiu ciúmes é porque existe uma ligação, mesmo que pequena, entre vocês.
Hoje eu parei um tempo e olhei pra trás: vi um menino que, a um tempinho atrás disse que era louco por mim. Como eu não gosto do tipo ‘garoto galinha’, resolvi não dar bola pra ele. Ele insistiu um pouco e, desistiu. Vou confessar que nunca senti nada por ele de verdade, mas no fundo, no fundo, eu gostava de ser galanteada e elogiada por ele. Mas sucedeu que, do dia pra noite, descobri que minha amiga tinha ficado com ele – OMG
Eu achei um pouco estranho, muito estranho. Afinal, ele não disse que gostava de mim? Tudo bem, eu já sabia que ele era do tipo ‘te-amo-hoje-amanhã-to-com-outra’, mas achei super estranho da parte da minha amiga. Eu falei pra mim mesma ‘isso é normal’, mas foi inevitável eu ficar a aula inteira pensando nisso.

Moral da História: No fim de tudo, eu resolvi pensar claramente se gostava dele... e descobri que não (ainda bem!). Eu descobri que o verdadeiro motivo de eu ficar pensando nisso foi saber que tinha perdido um pretendente.

E queria dizer isso pra vocês, que é normal sim sentir ciúmes de quem não é seu. Você pode sentir ciúmes dos seus amigos, do seu irmão, do seu cachorro... e até mesmo pode sentir falta daquele idiota que vivia pegando no seu pé. O importante é você saber equilibrar seus sentimentos: ciúme não é amor! Nunca se esqueça disso!

Pensem bem sobre isso. Você pode estar confundindo as coisas...
Até a próxima *--*
@Glendaa_s2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião será sempre bem vinda *--*